Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

Apresentados

O amor como arma política

Perdido entre arroubos sensuais e intimidades emocionais, é raro dizer-se claramente que o amor é primordialmente um gesto político. Assim o revela a necessidade social de o ritualizar, taxar, delimitar, controlar; assim o apontam as questões LGBT; e isso o mostra "Amores Pós-coloniais", do Hotel Europa.
Esta peça de teatro documental junta testemunhos orais, citações teóricas, filmes, imagens, objetos, mas também intérpretes que viveram a questão do "amor entre" na pele: amor entre colonizador e colonizado, amor entre brancos e negros, amor entre nacionalidades e culturas diferentes. O amor enquanto questão e gesto político, que cenicamente se traduz na memorável imagem de os performers usarem cones de sinalização para falar - juntanto assim o sensual e o policial, o individual e o coletivo.
O amor, diz a peça, é algo que trespassa os limites e convenções sociais, mas que também vive delas: das decisões que se tomam, das negociações necessárias entre amantes, fam…

Mensagens mais recentes

Animais ferozes

Visões 2.0

O totalitarismo das listas

Fracasso

A Grande Emissão do Mundo Português

Vende-se nome